Folha de S. Paulo


FBI obtém mandado para seguir investigação sobre Hillary

Dois dias depois de o FBI divulgar ao Congresso que estava examinando um novo lote de e-mails envolvendo a candidata democrata, Hillary Clinton, o Departamento de Justiça obteve um mandado para que os agentes federais vasculhem o computador que teria as mensagens.

O computador seria de Anthony Weiner, ex-marido de Huma Abedine, braço-direito de Hillary, que foi apreendido numa investigação sobre trocas de mensagens e fotos eróticas do ex-deputado com uma menina de 15 anos.

Andrew Harnik-28.out.2016/Associated Press
A candidata democrata Hillary Clinton discursa em evento de campanha em Des Moines, Iowa, na sexta
A candidata democrata Hillary Clinton discursa em evento de campanha em Des Moines, Iowa, na sexta

Durante essa investigação, agentes do FBI teriam encontrado e-mails que "parecem pertinentes à investigação" sobre Hillary, segundo o diretor da polícia federal americana, James Comey.

A candidata democrata foi investigada sobre o uso não autorizado de um servidor privado quando era secretária de Estado (2009-2013), mas o caso parecia encerrado quando o FBI concluiu a investigação em julho. Na ocasião, afirmou-se que Hillary havia sido "extremamente descuidada" ao usar uma conta privada de email quando estava no governo, mas que não havia motivos para recomendar o indiciamento da ex-chanceler.

A campanha de Hillary e políticos democratas criticaram Comey por enviar uma carta ao Congresso anunciado a nova investigação, a apenas 11 dias do pleito, num movimento que poderia causar impactos na corrida eleitoral.

Com o mandado obtido de um juiz, Comey e o FBI estão agora "protegidos" para poder seguir com as buscas nos computadores de Weiner.

Segundo o "New York Times", ainda é incerto, contudo, se os agentes conseguirão verificar todas as mensagens e concluir seu trabalho até o dia da eleição, 8 de novembro. "O processo começou", disse um agente federal ao jornal, que revelou terem sido encontrados "centenas de milhares" de e-mails de Abedine naquele computador. Só deverão ser vasculhadas, porém, as mensagens relacionadas a Hillary.


Endereço da página:

Links no texto: