Folha de S. Paulo


Conheça as 7 mulheres que vão herdar o império de Silvio Santos

O SBT vai deixar em breve de ser o canal do patrão e passará a atender por canal das patroas. Com a reestruturação que descentralizará as decisões na rede de TV e nas 30 empresas do grupo Silvio Santos, a companhia será comandada por um conselho formado pelas filhas e mais três profissionais ainda não definidos.

Os planos são contados por Patricia Abravanel, 35, do alto dos saltos 12 de um sapato vermelho sinuoso e envernizado. "Eu nunca compraria isso", diz a filha, que apresenta "Máquina da Fama" e o "Programa Silvio Santos" quando o titular não está disponível. O figurino é da "stylist" contratada há pouco.

Silvio Santos contrata consultoria e dará mais força a filhas no grupo
Silvio Santos já foi animador de circo e era conhecido com 'peru que fala'

O sapato faz parte de uma faceta com que Patricia ainda se acostuma: comanda programas há apenas quatro anos e já é uma das cinco maiores audiências da casa.

A filha número quatro —Silvio chama as herdeiras por números— contemporiza: "O carro-chefe são as novelas da minha mãe. A segunda maior audiência é o Silvio Santos. Eu estou entre as cinco mais. Mas um dia chego lá".

Isso se não for ultrapassada por uma irmã. Nas últimas semanas, duas delas foram para a frente das câmeras: Silvia por um revés judicial e Rebeca por uma piada paterna.

"Somos muito unidas. É tipo as Kardashians, mas mais certinhas e menos fúteis. Todo mundo trabalha", diz, gargalhando. Ela mesma começou a estagiar nas empresas do grupo aos 20 anos, após ser expulsa de duas escolas e ter começado três faculdades antes de se formar.

"Quando entrei, assumi: estou aqui porque sou filha do dono. Adiantei o que poderiam dizer." Diz ter temido críticas, mas só recebeu "carinho do público que ama o Silvio".

Estreou em 2011 com o programa "Cante Se Puder", em que famosos passavam perrengue. A cena: a ex-deputada Havanir Nimtz tentando cantar "Eu Quero Tchu, Eu Quero Tchá" embaixo de uma árvore cenográfica enquanto recebia bombas de fumaça em formato de maçã. "Não gostava. Não assistia." Para se redimir, ela fez uma lista com todos que foram à atração e os convidará para se apresentarem no "Máquina da Fama".

CARISMA NO SEQUESTRO

Descobriu que era uma pessoa carismática em um momento insólito. "Foi com a repercussão do que eu falei na varanda, depois do meu sequestro [em 2001]. Eu fui tão sincera que as pessoas achavam que eu estava com síndrome de Estocolmo", conta.

"Tava nada! Logo depois disso, fui ao shopping, e crianças vieram falar comigo. Foi ali que eu percebi que tinha habilidade para me comunicar."

Desde então, é o que faz. Em alguns dias, termina às 22h e acorda cedo para ver o filho Pedro, de dez meses, com o deputado federal Fábio Faria (PSD-RN). Ainda terá pique para tocar negócios? "Me sobra tempo!"

Patricia temeu por algum tempo que o SBT virasse "uma padaria", com cada membro trabalhando em uma função. "Mas percebi que é um diferencial. Um dos nossos pilares é a família."

Conheça as 7 mulheres Abravanel

Íris, 65, a matriarca

Fábio Guinalz/Frame/Folhapress
Íris Abravanel, mulher de Silvio Santos e autora das novelas do canal
Íris Abravanel, mulher de Silvio Santos e autora das novelas do canal

Não se espante se um e-mail de Íris Abravanel, 65, pipocar na caixa de entrada às duas da manhã, como relatam funcionários do SBT. "Espero meu marido dormir para trabalhar no silêncio", disse ela no lançamento do seu novo folhetim, o infantojuvenil "Cúmplices de Um Resgate".

Na trama, a autora das novelas "Revelação" (2008) e "Vende-se um Véu de Noiva" (2009) abordará atritos entre católicos e evangélicos (sua religião), mas Íris promete um final feliz. Antes de integrar a folha de pagamentos do canal, teve uma grife de roupas de baixo nos anos 2000. Começou a escrever "pela dificuldade que meu marido encontrava para trazer autores globais".

Cíntia, 52, a filha número 1

Greg Salibian/Folhapress
Cintia Abravanel, a primogênita de Silvio
Cintia Abravanel, a primogênita de Silvio

Para encontrar Cíntia Abravanel, 52, vá ao teatro. A filha número um do Patrão pertence mais às artes cênicas do que à teledramaturgia. Cíntia, que administrou o teatro Imprensa por anos, agora toca uma produtora que realiza espetáculos e administra a carreira do filho, o cantor e ator Tiago Abravanel. Em 2014, ela se aproximou dos negócios familiares: foi a responsável por adaptar a novela "Carrossel" para o teatro. "A maturidade traz isso para todos. Inclusive para mim. A gente tem a oportunidade de se descobrir, cada uma na sua maneira".

Silvia, 45, a filha número 2

Zanone Fraissat/Folhapress
Silvia Abravanel, a filha número 2
Silvia Abravanel, a filha número 2

Em vez de Matheus Ueta, 11, e Ana Julia, 9, foi Silvia Abravanel, 45, que apareceu à frente do "Bom Dia e Cia." em 15 de julho. Uma determinação judicial proibira as crianças de gravarem, argumentando que sua jornada de trabalho era inadequada. A diretora do matinal assumiu a função em cima da hora. "Ela ficou bem assustada de ter de encarar esse desafio", diz a madrasta Íris, "mas está preparada para enfrentar o que vier". Mesmo com o nó na Justiça desfeito, ela seguirá à frente do programa, com as crianças. Se Silvio dará alguma dica? "Provavelmente, algo de roupa, de figurino", aposta Silvia.

Daniela, 39, a filha número 3

Vanessa Carvalho/News Free/Folhapress
Daniela Abravanel, que dirige a emissora
Daniela Abravanel, que dirige a emissora

A terceira filha, de 39 anos, é a "dona da grade" do SBT. Entre as suas atribuições como diretora artística e de programação estão contratar apresentadores e escolher novos projetos. Foi ela quem trouxe Eliana de volta para o canal e teve a ideia de reviver "Chiquititas", o maior sucesso de audiência da emissora nos últimos tempos. Pode ser vista com os filhos no trabalho e costuma ter longas conversas com os artistas do SBT. "Ela brinca comigo de vez em quando, diz que estou artista demais e que preciso ir para a igreja", diz Patricia.

Patrícia, 35, a filha número 4

Quarta filha de Silvio Santos, Patricia herdou o carisma e talento do pai para trabalhar em frente às câmeras. "Eu adoro gravar com plateia", diz ela, contrariando a máxima de que filmar com um auditório dá dois trabalhos: o de divertir o espectador e o de divertir as colegas de trabalho, termo que o pai cunhou para a claque. É em Silvio e sua "sensibilidade incrível" que ela se escora para evoluir na apresentação. "Atualmente, tento ficar mais solta com o teleprompter e ter mais controle das entrevistas gravadas, como se elas fossem ao vivo." A filha número quatro não tem medo do público ao vivo fora do set: diz se emocionar com fãs e freqüenta "cada vez uma igreja" evangélica, para nenhum pastor pensar "que sou ovelha dele". A carreira, diz, está só começando. "Ninguém sabe quanto tempo ficarei na TV, então vou indo."

Rebeca, 34, a filha número 5

Reprodução
Silvio Santos apresentou sua filha número cinco, Rebeca Abravanel, no
Silvio Santos apresentou sua filha número cinco, Rebeca Abravanel, no "Roda a Roda Jequiti".

"Vim com a caravana do Roque", disse a filha número cinco quando dividiu o palco com o pai, cinco anos atrás. Tinha na verdade vindo de uma escola bilíngue e cursos nos EUA e na Suíça, que a levaram para a direção da Jequiti, empresa de cosméticos com vendas anuais na casa dos R$ 450 milhões. Foi para explicar os produtos da companhia que Rebeca voltou ao programa do pai, no início do mês. Mas, de repente, Silvio a deixou sozinha: "Enquanto você continua, eu vou mijar". Rebeca, 34, então bateu palmas e se embananou com prêmios da atração. Teria sido um ensaio de apresentadora? "Foi só uma brincadeira", assegura a irmã Cíntia.

Renata, 29, a filha número 6

Mastrangelo Reino/Folhapress
Renata Abravanel, 29, a caçula
Renata Abravanel, 29, a caçula

"A caçula é um Golias", disse Íris Abravanel, em 2014, referindo-se à mais nova (e mais misteriosa) filha. Renata, 29, é a vice-presidente do grupo Silvio Santos. Discreta, raramente aparece em público, geralmente em funções corporativas como as convenções de empregados da Jequiti. "Ela é firme, mas muito gentil", diz um funcionário nos corredores do SBT. Numa das raras vezes em que deu entrevista, à Rede TV!, em 2013, falou sobre o ofício: "Eu estou amando, tem sido um privilégio trabalhar mais próxima dele [Silvio Santos]." Renata só se mostra um pouco nas redes sociais. Publica fotos do clã e cria hashtags como #abravafamily (família Abrava) e #sistersbychance friendsbychoice (irmãs por acaso, amigas por escolha).


Endereço da página:

Links no texto: