Folha de S. Paulo


COI inclui basquete 3x3 e BMX freestyle nos Jogos de Tóquio-2020

Em reunião realizada nesta sexta-feira (9), o COI (Comitê Olímpico Internacional) aprovou uma série de mudanças no programa olímpico para os Jogos de Tóquio-2020 visando incluir provas de apelo jovem e que ajudem a equiparar o número de mulheres e homens participantes dos Jogos.

Entre as principais novidades estão a inclusão do basquete 3x3 (disputa com apenas três pessoas por time jogando em meia quadra) e do BMX Freestyle Park (competição de manobras em bicicleta). Além disso, foram incluídos no programa uma série de eventos mistos, como os revezamentos 4 x 100 m medley misto (natação) e 4 x 400 m misto (atletismo) e competições por equipes mistas de judô, tiro com arco e esgrima.

Em modalidades que tinham mais eventos masculinos que femininos (como boxe, canoagem, levantamento de peso e tiro) disputas masculinas foram retiradas do programa olímpico e provas femininas foram incluídas para que fosse alcançada a equiparação entre os sexos.

"A decisão de hoje é um passo significante na direção de alcançar o balanço de 50% na participação por gêneros nos Jogos Olímpicos, tanto em número de atletas como número de eventos, como está claramente declarado na Agenda Olímpica 2020", afirmou o COI em comunicado.

A inclusão irá aumentar para 321 o número de eventos olímpicos (eram 306 no Rio). Se forem incluídas as medalhas distribuídas para as modalidades que começarão a ser disputadas em Tóquio (surfe, skate, escalada, caratê, beisebol e softbol) o número de eventos sobe para 339.

"Com os novos eventos confirmados hoje [sexta], e com os cinco novos esportes e 18 novos eventos que foram adicionados no ano passado, acredito que os Jogos Olímpicos ficarão muito mais próximos da visão do presidente [do COI] Tomas Bach, que são de Jogos mais atraentes para os jovens", afirmou Yoshiro Mori, presidente do comitê organizador dos Jogos de Tóquio-2020.

JOGOS ENXUTOS

A inclusão dessas novas modalidades, no entanto, não deve resultar em um aumento significativo no número de atletas que participarão dos Jogos. Isso porque o COI anunciou também uma revisão do número de vagas por modalidade.

A maior diminuição aconteceu no atletismo, que terá 105 atletas classificados a menos a partir dos Jogos de 2020. A próxima Olimpíada também terá 22 nadadores a menos.

Levantamento de peso (com 64 atletas a menos) e lutas (com 56 atletas a menos) também tiveram baixa significativa no número de participantes. Nesses casos, o intuito foi de equiparar o número de homens e mulheres classificados para os Jogos.

No total, os esportes que já faziam parte do programa olímpico terão 285 esportistas a menos para que sejam acomodados 474 atletas das novas modalidades olímpicas. Resultando em um incremento de 189 atletas nos Jogos.

CONFIRA AS NOVAS MODALIDADES

SKATE
Esporte individual, com diferentes modalidades. Nos Jogos, ocorrerão disputas em street e park. No caso do street, os obstáculos simulam um circuito de rua (bancos, corrimões, rampas, muretas, escadas, paredes inclinadas etc.)
Federação internacional: ISF
Principais torneios: Street League e X-Games

No Brasil
Confederação Brasileira: CBSk
Profissionais: 700
Praticantes: 8,5 milhões de praticantes
Principais nomes: Bob Burnquist, Sandro Dias (Mineirinho), Leticia Bufoni, Rony Gomes

Xinhua
(160621) -- BOGOTA, junio 21, 2016 (Xinhua) -- Un residente realiza un truco durante la celebración del Día Mundial del Skate, en la ciudad de Bogotá, capital de Colombia, el 21 de junio de 2016. El Día Mundial del Skate se celebra el 21 de junio cada año con el objetivo de estimular a los skaters o patinadores de todo el mundo a compartir la afición por este deporte. (Xinhua/Jhon Paz) (jhp) (jg) (ah)
Skatista faz manobras em escadaria

*

SURFE
Praticado no mar e sobre uma prancha, o atleta realiza manobras que são avaliadas (com notas) de acordo com o grau de dificuldade. As disputas ocorrem em baterias, com três fases, quartas de final (e repescagem), semifinal e final. As baterias duram, em média, 30 minutos (podendo ser alterado). Cinco juízes avaliam cada bateria e dão notas de 0 a 10 para a onda surfada. A maior e a menor nota são descartadas. A média das três restantes dá a pontuação do atleta.
Federação internacional: ISA
Principal torneio: Circuito Mundial de Surfe

No Brasil
Confederação Brasileira: CBS
Praticantes: 4 milhões
Principais nomes: Gabriel Medina e Adriano de Souza

Divulgação/WSL
Gabriel Medina durante etapa de Fiji
Gabriel Medina durante etapa de Fiji

*

ESCALADA ESPORTIVA
Esporte que conta com três modalidades (esportiva, tradicional - "trad" e boulder). Na esportiva, há anéis de proteção prefixados na rocha nos quais o escalador encaixa o mosquetão (anel de metal portátil com segmento móvel) e corda de segurança. O nível de dificuldade depende do grau de inclinação da rocha (parede), do tamanho dos apoios para pés e mão e do nível técnico dos movimentos
Federação internacional: IFSC
Principais torneios: Mundial e Copa do Mundo

No Brasil
Entidade: ABEE (Associação Brasileira de Escalada Esportiva)
Atletas: 80
Praticantes: 5.000
Principal nome: Felipe Camargo

*

BEISEBOL / SOFTBOL
Beisebol: Esporte coletivo jogado entre dois times com nove atletas cada um, em um campo com formato de diamante. Há um revezamento entre os jogadores dos dois times: enquanto uma equipe ataca, a outra defende. O objetivo do jogo é marcar pontos, ou corridas. O time que está atacando faz um ponto quando um jogador consegue completar uma volta em sentido anti-horário passando pelas quatro bases (que formam um quadrado perfeito e ficam a 27,3 m de distância uma da outra).
Softbol: Semelhante ao beisebol, mas com características próprias. Começa pelo arremesso do pitcher. No softbol, o lançamento da porta parte do movimento do braço de baixo para cima, e não de cima para baixo, como no beisebol. A bola também e a área do campo também são diferentes. No beisebol, são nove innings (conjunto de um ataque e uma defesa de uma determinada equipe), e, no softbol, são sete
Federação internacional: Ibaf
Principais torneios: MLB (EUA), NPB (Japão) e World Baseball Classic

Brasil:
Confederação brasileira: CBBS
Atletas: 3.000
Praticantes: 15.000

David Zalubowski/Associated Press
Colorado Rockies' Carlos Gonzalez, right, follows the flight of his two-run home run with Los Angeles Dodgers catcher A.J. Ellis in the sixth inning of a baseball game Wednesday, Aug. 3, 2016 in Denver. Colorado won 12-2
Jogador do Los Angeles Dodgers catcher rebate bola durante jogo

*

CARATÊ
Esporte individual, baseado na arte marcial japonesa que significa "mãos vazias" e que concilia técnicas de ataque e defesa pessoal, com socos e chutes. Nos Jogos, serão duas modalidades (kumite e kata). No kumite, que consiste no combate, a pontuação é similar à do judô, com ippon (3 pontos), waza-ari (2 pontos) e yukô (1 ponto). No kata, que consiste na apresentação individual, os atletas são avaliados pela demonstração dos golpes.
Federação internacional: WKF
Principal torneio: Mundial de caratê

No Brasil
Confederação brasileira: CBK
Atletas: 220 mil (filiados a confederação)
Praticantes: 350 mil
Principais nomes: Douglas Brose, Hernani Verissimo, Natália Brosulatto e Valéria Kumizaki

Geoff Burke-USA TODAY Sports
Jul 23, 2015; Mississauga, Ontario, CAN; Valeria Kumizaki of Brazil (red) fights Kate Campbell of Canada (blue) in the karate women's 55k gold medal final during the 2015 Pan Am Games at Mississauga Sports Centre
Brasileira Valeria Kumizaki durante luta com canadense Kate Campbell

Endereço da página:

Links no texto: