Folha de S. Paulo


Queniano quebra recorde mundial da maratona em Berlim

O corredor queniano Dennis Kimetto quebrou neste domingo (28) o recorde mundial de maratona ao correr a distância em 2h02min57s e baixar em 26 segundos o recorde que estava em poder de seu compatriota Wilson Kipsang, que havia corrido, em 2013, o percurso em 2h03min23, também na capital alemã.

Kimetto foi seguido por seu compatriota Emmanuel Mutai, com quem travou um grande duelo que só conseguiu inclinar a seu favor por volta do quilômetro 38, quando abriu uma distância de dez metros que seu rival não conseguiria voltar a tirar.

Mutai chegou à linha final 17 segundos após Kimetto, conseguindo assim a segunda melhor marca da história da maratona, superando também o anterior recorde de Kipsang.


Endereço da página: