Folha de S. Paulo


Santos não é mais líder e Gabriel Jesus ainda é artilheiro; veja o que aconteceu no Brasileiro durante a Rio-2016

Terminada a Olimpíada do Rio de Janeiro, as atenções se voltam para o Campeonato Brasileiro, que passou da sua metade durante as competições olímpicas. E muita coisa mudou neste período.

Apesar de ainda continuar no pelotão de cima da tabela, o Santos não conseguiu se manter na liderança neste intervalo de tempo e até saiu do G4. As derrotas para equipes piores colocadas da competição, como América-MG e Coritiba, fizeram o time da Vila Belmiro perder o primeiro posto da classificação.

Quem se aproveitou foi o Palmeiras que venceu duas partidas e empatou outra e, com 40 pontos, está novamente na liderança. E, desta vez, com uma folga um pouco maior em relação aos concorrentes do título.

Durante a Rio-2016, o Nacional ainda teve importantes trocas de treinadores, reação de time mineiro, e até clube voltando a jogar em "seu" estádio antigo. O que não mudou só foi a artilharia da competição. Confira o que aconteceu no principal torneio de futebol do país nestas últimas semanas:

Peixe fora d'água

Antes dos Jogos no Rio começarem, o Santos estava na primeira colocação da tabela, com 33 pontos. Após o empate por 0 a 0 com o Flamengo, na Arena Pantanal, em Cuiabá, o time da Vila Belmiro encerrou a 18ª rodada na liderança graças aos 16 gols de saldo, já que Palmeiras e Corinthians também somavam a mesma pontuação.

Porém, com o decorrer dos confrontos, a equipe santista caiu de produção e conseguiu somente uma vitória -3 a 0 sobre o Atlético-MG. Com isso, foi ultrapassada pelo Palmeiras, que conseguiu duas vitórias e um empate no mesmo período e está no primeiro lugar, com 40 pontos.

Jorge Araujo - 13.nov.2015/Folhapress
O técnico Dorival Júnior depois de treino no CT Rei Pelé
O técnico Dorival Júnior depois de treino no CT Rei Pelé

Penetras na festa

Antes da Olimpíada, o G4 tinha um domínio paulista contínuo desde a 13ª rodada, quando Palmeiras, Corinthians e Santos figuravam entre os quatro primeiros colocados da tabela. No entanto, durante as competições do Rio de Janeiro, o grupo que assegura um lugar na Libertadores do ano que vem mudou.

Flamengo e Atlético-MG conseguiram duas vitórias neste período e, com as oscilações de Santos e Grêmio, conseguiram entrar no G4 e, de quebra, se aproximarem do líder Palmeiras. O time mineiro, inclusive, assumiu a vice-liderança da competição. Já a equipe carioca se aproveitou do fato do Grêmio ter um jogo a menos para também entrar na disputa por um lugar no torneio sul-americano.

Douglas Magno/AFP
O atacante Robinho durante jogo do Atlético-MG
O atacante Robinho durante jogo do Atlético-MG

Reação à mineira

Após a chegada do técnico Mano Menezes, que substituiu o português Paulo Bento, o Cruzeiro reagiu e conseguiu sair da zona do rebaixamento momentaneamente. A série invicta de quatro jogos sem derrotas fez o time mineiro encerrar a 21ª rodada fora do grupo da degola, com os mesmos 23 pontos do 17º colocado Vitória.

A equipe é uma das cinco que nunca foram rebaixadas para a Série B do Campeonato Brasileiro (desde 1971). Além do Cruzeiro, somente Internacional, Santos, São Paulo e Flamengo sempre estiveram na elite do futebol nacional.

Rob Griffith/Associated Press
O técnico Mano Menezes comemora gol na beira do campo
O técnico Mano Menezes comemora gol na beira do campo

A volta do menino Jesus

O atacante Gabriel Jesus vai voltar da Rio-2016 com a medalha de ouro no peito e ainda com a artilharia isolada do Nacional. Quando foi disputar os Jogos no Rio, o camisa 33 palmeirense tinha 10 gols, marca que nenhum adversário conseguiu bater neste intervalo de tempo. No entanto, Sassá, do Botafogo, e Robinho, do Atlético-MG, marcaram no período e chegaram a nove tentos cada um.

Dias antes de começar a Olimpíada oficialmente, Gabriel Jesus, 19, foi anunciado como novo reforço do time inglês Manchester City. A contratação foi confirmada pelo clube estrangeiro, que divulgou o jogador como a "melhor revelação" do Brasileiro de 2015. A venda renderá ao menos 20 milhões de euros (R$ 73,1 mi) para o Palmeiras.

Cesar Greco/Ag.Palmeiras/Divulgação
Gabriel Jesus exibe a medalha de ouro conquistada no futebol olímpico
Gabriel Jesus exibe a medalha de ouro conquistada no futebol olímpico

Agora vai?

A liderança do Campeonato Brasileiro ficou um pouco mais folgada nestas semanas de Rio-2016, apesar de ainda continuar muito equilibrada. Antes dos Jogos Olímpicos, o líder Santos tinha 33 pontos, somente um a mais do que o quinto colocado Atlético-MG. Naquela ocasião, mais duas equipes (Palmeiras e Corinthians) tinham a mesma pontuação dos santistas.

Agora, a distância entre líder e concorrentes continua pequena, mas aumentou. Atualmente, o primeiro colocado Palmeiras tem cinco pontos de vantagem para o Grêmio, primeiro time fora do G4 e que tem um jogo a menos.

Robson Ventura/Folhapress
Cleiton Xavier comemora o segundo gol do Palmeiras sobre o Vitória
Cleiton Xavier comemora o segundo gol do Palmeiras sobre o Vitória

O 'novo' voo de Falcão

O ex-jogador Falcão chegou com a missão de tirar o Internacional da queda livre na tabela. Mas nem teve tempo suficiente para tentar. No dia 8 de agosto, o técnico foi demitido pela diretoria do clube gaúcho após somente cinco jogos, sendo dois empates e três derrotas.

Essa foi a terceira passagem de Falcão pelo Internacional como treinador, tendo conquistado apenas um Campeonato Gaúcho em 2011. Como jogador do mesmo clube, conquistou três Campeonatos Brasileiros (1975, 1976 e 1979) e seis estaduais.

Também com muitas passagens pelo Beira-Rio, Celso Roth foi contratado logo em seguida, mas o time de Porto Alegre continuou sem vencer na competição nacional. Já são 13 partidas sem vitórias.

Natacha Pisarenko - 30.set.2015/Associated Press
O técnico Paulo Roberto Falcão observa jogo
O técnico Paulo Roberto Falcão observa jogo

Eu voltei (para ficar?)

O São Paulo começou a Olimpíada sem treinador, já que Edgardo Bauza havia aceitado assumir a seleção argentina no começo do mês. Com o interino André Jardine, o time do Morumbi ganhou uma partida e perdeu outra até a estreia de Ricardo Gomes no empate por 1 a 1 com o Internacional no último domingo (21).

Esta é a segunda vez que o treinador comanda o time são-paulino. Em sua primeira passagem pelo clube, entre junho de 2009 e agosto de 2010, Ricardo Gomes esteve à frente da equipe em 73 jogos. Foram 38 vitórias, 15 empates e 20 derrotas, aproveitamento de 59% dos pontos.

Rubens Chiri/saopaulofc.net/Divulgação
o técnico Ricardo Gomes durante empate do São Paulo em Porto Alegre
o técnico Ricardo Gomes durante empate do São Paulo em Porto Alegre

O bom filho a casa torna...

Com o Itaquerão cedido ao Jogos Olímpicos, o Corinthians voltou a mandar um jogo oficial no Pacaembu após mais de dois anos, quando venceu o Flamengo por 2 a 0 em 27 de abril de 2014. O empate por 1 a 1 com o Cruzeiro, no último dia 8, no entanto, tirou a chance do time alvinegro de conseguir o título simbólico do primeiro turno do Brasileiro.

No estádio municipal, o time de Parque São Jorge já jogou 1.689 partidas, desde 1940. Foram 966 vitórias, 396 empates e 327 derrotas, aproveitamento de 65%. Como mandante, o número é ainda melhor. Foram 1421 jogos, com 864 vitórias, 330 empates e 227 derrotas, aproveitamento de 68,5%.

Rubens Cavallari/Folhapress
Jogadores do Corinthians conversam antes de jogo contra o Cruzeiro no Pacaembu
Jogadores do Corinthians conversam antes de jogo contra o Cruzeiro no Pacaembu

Endereço da página:

Links no texto: