Folha de S. Paulo


Uma lista (incompleta) de alimentos classificados em proteínas por caloria

Veganos e não veganos interessados em alimentos ricos em proteína e pobres em carboidratos e gorduras têm poucas fontes bem-organizadas de informação sobre alimentos (não só fontes vegetais) de proteínas percebi isso quando fui buscar uma tabela justamente sobre o assunto.

Encontrei uma tabela feita por um usuário britânico do site Reddit. Como ele mesmo diz, não é completa, sequer extensa, mas é interessante por contemplar alimentos do dia a dia ao menos na concepção dele.

Decidi traduzir para o português (ao menos a primeira parte). A lista é encabeçada pela proteína isolada de soja (97,6% proteína), a única fonte vegana até o 12º lugar (seitan, proteína de trigo). Listo abaixo as comidas veganas e suas porcentagens proteicas em relação à totalidade do valor calórico.

A ideia deste post não é contribuir para a hipervalorização da proteína na dieta apesar de não haver consenso científico, há pouca evidência de que qualquer vegano típico precise de suplementação proteica.

Além disso, é preciso lembrar que os alimentos variam naturalmente em composição, além de as formas de processamento alterarem lote a lote, marca a marca, o valor nutricional.

  • Proteína isolada de soja  97,6%
  • Seitan (proteína de trigo)  78,4%
  • Quorn (micoproteína)  55,2%
  • Tofu  44,4%
  • Edamame (soja verde)  40%
  • Tempeh (soja fermentada)  39,2%
  • Leite de soja  36,4%
  • Couve  34,4%
  • Brócolis  33,6%
  • Lentilha vermelha  30,4%
  • Feijão preto  28,8%
  • Feijão de corda (fradinho)  27,6%
  • Feijão enlatado sem tempero  23,2%
  • Grão de bico (garbanço)  22,4%
  • Amendoim  17.6%
  • Feijões mistos  16.4%
  • Amendoim em pasta/manteiga  16%
  • Castanha de caju  14,8%
  • Amêndoas  13,6%
  • Quinoa  12%
  • Hummus  9,2%

Leia mais sobre proteína vegana no Guia Vegano e veja uma lista do site One Green Planet (em inglês) com boas fontes proteicas vegetais.


Endereço da página:

Links no texto: