Datafolha


Dilma lidera com 44%; Aécio (26%) e Marina (24%) empatam por 2º turno

Eleições -

A candidatura de Aécio Neves (PSDB) manteve sua trajetória gradual de alta na reta final da campanha e, às vésperas da eleição, o tucano tem 26% das intenções de votos válidos, empatado tecnicamente com Marina Silva (PSB), que manteve a tendência de queda e aparece com 24% das intenções de votos válidos. Dessa disputa sairá o adversário de Dilma Rousseff (PT), que tem 44%.

Na comparação com levantamento realizado entre dias 01 e 02 desta semana, Marina oscilou negativamente (tinha 27%) e Aécio oscilou positivamente (tinha 24%). O empate entre Aécio e Marina, com vantagem numérica para o tucano, vinha se desenhando ao longo dos últimos dias a partir da tendência de queda contínua nas intenções de voto na candidata do PSB Marina e o crescimento gradual do tucano. Em levantamento realizado entre 17 e 18 de setembro, Marina chegou a ter 16 pontos percentuais de vantagem sobre Aécio (35% a 19% dos válidos), e desde então essa diferença vinha se afunilando.

Além dos três candidatos mais bem posicionados, aparecem Luciana Genro (PSol), com 2%, e Pastor Everaldo (PSC) e Eduardo Jorge (PV), e Levy Fidelix (PRTB), com 1% cada, e Mauro Iasi (PCB), Rui Costa Pimenta (PCO), Eymael (PSDC) e Zé Maria (PSTU não atingiram 1%.

Para o cálculo dos votos válidos são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição. Para vencer no primeiro turno, um candidato precisa de 50% dos votos válidos mais um voto.

Quando são incluídos os votos em branco, nulos e a fatia de indecisos, Dilma Rousseff tem 40%, ante 24% de Aécio Neves, e 22% de Marina Silva. Na pesquisa anterior, concluída anteontem, esses índices eram de 40%, 21% e 24%, respectivamente. Os candidatos Pastor Everaldo, Luciana Genro e Eduardo Jorge ficam com 1% cada, e os demais ficam abaixo de 1%. Votos em branco ou nulo somam 4%, e 5% não responderam.

Nesse levantamento, realizado entre os dias 03 e 04 de outubro de 2014, o Datafolha entrevistou 18.116 eleitores em 468 cidades em todas as regiões do Brasil. A margem de erro máxima é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos, para o total da amostra.

Na véspera da votação, sete em cada dez eleitores (69%) sabem o número de seu candidato à Presidência, enquanto 26% declaram desconhecer essa informação. Há ainda 3% que mencionam números incorretos, e outros 2% pretendem anular mas não sabem como realizar esse procedimento na urna eletrônica.

Entre os eleitores de Dilma, 79% conhecem seu número, ante 69% na fatia de eleitores de Aécio, e 62% entre os que pretendem votar em Marina. No último levantamento esses índices eram de 71%, 60% e 50%, respectivamente.

Se a disputa de segundo turno fosse entre Dilma e Aécio, a petista teria 48% das intenções de voto, ante 42% do tucano. Uma fatia de 7% votaria em branco ou anularia o voto, e 3% não responderam. Nos votos válidos, Dilma teria 53%, ante 47% de Aécio.

A simulação de segundo turno entre Dilma Rousseff e Marina Silva indica vantagem maior da petista, que teria 49%, ante 39% da adversária. Há 9% que votariam em branco ou nulo, e 3% estão indecisos. Nos votos válidos, Dilma teria 55%, ante 45% de Marina.

Uma fatia de 43% do eleitorado assistiu ao debate entre os candidatos à Presidência da República, realizado pela Rede Globo, na última quinta-feira. Destes, 16% assistiram ao debate, e 27% assistiram a partes do programa.

Pelo que viram ou ficaram sabendo, 19% dos eleitores apontam que foi Dilma quem se saiu melhor no debate, enquanto 16% indicam Aécio, e 9%, Marina. Para 4%, nenhum candidato se saiu melhor no debate. Entre os eleitores de Dilma, 39% acreditam que ela se saiu melhor no debate, e 48% não souberam responder.

Na fatia dos que votam em Aécio, 46% avaliam que ele se saiu melhor do que os demais, e 40% não souberam responder. Na parcela dos que pretendem votar em Marina, 28% indicam que ela se saiu melhor no debate, enquanto 11% pontam Aécio, e 48% não souberam responder. Entre os eleitores indecisos, 76% não souberam responder quem foi o vencedor do debate, 6% dizem que foi Dilma, outros 6%, que foi Aécio Neves, e 3%, que foi Marina Silva.

BAIXE OS DADOS DESTA PESQUISA


Endereço da página:

Links no texto: